Politica

12/01/2022 19:21

Diego aciona órgãos de controle da União após “calote” de Emanuel

Fonte:MidiaNews

Vereador de Cuiabá pede investigação após sobra de R$ 67 milhões não ser convertida a servidores

O vereador Diego Guimarães (Cidadania) acionou os tribunais de contas do Estado e da União e os ministérios públicos Estadual e Federal contra a Prefeitura de Cuiabá. Ele pede uma investigação pela falta de rateio da sobra do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) aos servidores da Educação.

O parlamentar alegou que o Município não tem cumprido a Lei Federal 14.276, que aponta que a “sobra” pode ser aplicados para reajuste salarial sob a forma de bonificação, abono, aumento de salário, atualização ou correção salarial.

 

 

Espero que o TCE obrigue a pagar o rateio do Fundeb e vou propor um projeto de lei nesse sentido

Cuiabá recebeu do Ministério a Educação (MEC) R$ 300,1 milhões referentes ao Fundeb em 2021. O extrato da conta do Fundeb de Cuiabá mostra um saldo de R$ 67 milhões, que deveria ser rateado entre os profissionais.

 

A mesma denúncia já havia sido feita pelo vereador Dilemário Alencar (Podemos) a outros órgãos de fiscalização.

 

“Como foi um ano de pandemia, sobrou esse valor do Fundeb em Cuiabá, que poderia incrementar o ganho salarial dos profissionais da Educação, além de fomentar a economia. É dinheiro circulando no comércio local”, disse Diego.

 

Nos ofícios, Diego anexou um abaixo-assinado com 1.403 assinaturas colhidas após campanha feita por ele em suas redes sociais para obrigar a Prefeitura a cumprir com o que determina a lei federal.

 

Ele ainda acusou o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), de descaso com a Educação ao deixar de fazer o rateio. Ele afirmou que pretende apresentar uma lei para regulamentar a questão no município.

 

“Espero que o TCE obrigue a pagar o rateio do Fundeb e vou propor um projeto de lei nesse sentido”, disse.

 

Denúncia

 

O vereador Dilemário Alencar (Podemos), também acionou os órgãos de controle na semana passada cobrando providências quanto ao não pagamento da sobra do Fundeb em Cuiabá

 

Nas denúncias feitas ao MPF e ao TCE, o vereador pediu investigação contra Emanuel Pinheiro e também contra a secretária de Educação de Cuiabá, Edilene Machado, por descumprimento da lei federal.


Copyright  - Batatinha News  - Todos os direitos reservados


Plantão

Fone (65)99971-1708